quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Viagem até Foz do Iguaçu / PR

Local : Cataratas do Iguaçu / Foz do Iguaçu / PR

Evento :
Viagem com meu filho para conhecermos as Cataratas de Foz do Iguaçu e o Paraguay.

Saída de Maricá/RJ : 03/09/10 - 04:50 hs
Retorno à Maricá/RJ : 11/09/10 - 23:15 hs

ROTEIRO DA VIAGEM

03/09/10
Maricá/RJ x Ourinhos/SP - 938,1 Km - Saída 04:50 hs e Chegada 21:30 hs
04/09/10
Ourinhos/SP x Foz do Iguaçu/PR - 695,7 Km - Saída 07:50hs e Chegada 20:30 hs
05/09/10
Visita às Cataratas do Iguaçu
06/09/10
Compras em Cidade Del Leste - Paraguay e Visita ao Parque das Aves em Foz do Iguaçu
07/09/10

Foz do Iguaçu/PR x Ourinhos/SP
08/09/10
Ourinhos/SP x Avaré/SP (Moto rebocada de Avaré até Itapeva/SP)
09/09/10
Itapeva/SP
10/09/10
Itapeva/SP x Sorocaba/SP (Moto apresentou problema)
11/09/10
Sorocaba/SP x Maricá/RJ

Total de Km percorridos na Ida : 1.633,8 Km
Total de KM percorridos na Volta : 1.682,8 Km

Total de Km Ida e Volta : 3.324,0 Km
Ôdometro Total: 32,998 Km

Total de Gasolina Aditivada : 170,16 Litros - R$ 454,63
Total de 17 Pedágios pagos na Ida - R$ 58,15

Hospedagem
03/09/10 - Grande Hotel - Ourinhos/SP
04 à 06/09/10 - Hotel Kacique Salvatti / Foz do Iguaçu/PR
07/09/10 - Grande Hotel - Ourinhos/SP
08 e 09/09/10 - Palace Hotel - Itapeva/SP
10/09/10 - Motel Raposa - Sorocaba/SP

CONTRATEMPOS DURANTE A VIAGEM

1 - Dia 03/09 às 20:00 hs erramos a entrada para Ourinhos/SP e fomos parar em Cabrália Paulista/SP, com aproximadamente 56 Km perdidos nesse trajeto.

2 - Dia 08/09 às 09:00 hs o tubo de deliberação de óleo da moto estourou na cidade de Avaré/SP e tivemos que ir de reboque até a Concessionária Yamaha na cidade de Itapeva/SP, 160 Km de distância, onde permanecemos por 2 dias esperando pela peça que foi solicitada à Yamaha de Sorocaba/SP.

3 - Dia 10/09 às 18:00 hs a moto morreu no momento em que passavamos a 120Km/h pela Rodovia Raposo Tavares, em Sorocaba/SP, tendo sido o motivo do pane a bomba de gasolina queimada. Novamente fomos rebocados do local em que a moto parou até um posto de gasolina onde deixamos a moto e fomos dormir em um Motel na própria Rodovia.



Itatiaia/RJ
Primeira parada após termos saído de casa - 225,9 Km



Queluz/SP
Construção da Usina Hidrelétrica no Rio Paraíba do Sul



Aparecida/SP
Visita ao Santuário Nacional de Nossa Senhora de Aparecida - 318,9 Km





















O teto da Sala das Promessas é todo coberto com fotos de fiéis, uma coisa fantástica.











Na primeira vez que fui até Aparecida não tive tempo de visitar o Aquário, então dessa vez demos um fugida até lá, mas achei muito fraquinho.






Finalmente de volta às estradas.




Final de tarde e ainda faltavam uns 200 km até Ourinhos/SP




16 horas e 30 minutos após sairmos de casa enfim chegamos em Ourinhos, com total de 938,1 Km rodados.


Dia 04/09 às 07:50 hs e lá vamos nós para a jornada do 2º dia rumo à Foz do Iguaçu.



Assim que saímos do Hotel em Ourinhos nos deparamos com essa maravilha de estrada.
Assim nem dava vontade de parar nas cidades e a vontade era de ficar só gastando pneu nesse asfalto perfeito.



Enfim uma placa indicando Foz do Iguaçu.
Ainda faltava muito chão até lá, mas a ansiedade aumenta.




Uma coisa muito chata durante a viagem foi a quantidade de cruzes que vimos nos acostamentos das estradas.


No interior de São Paulo e Paraná as estradas cortavam plantações imensas de soja e durante muitos kms o visual era somente esse.





Muito lindo esse sobe e desce das estradas, só que um amigo já tinha me alertado de que no Paraná a polícia costuma ficar lá na frente, na parte alta da estrada e de binóculos só observando quem se empolga muito nessas pistas.



Essa foto é linda, mas não chega aos pés de estar pessoalmente diante desse visual.




A pista de pouso é coladinha na estrada.










Em Maringá/PR um dos raros trechos de estrada ruim.



Impossível não querer enrolar o cabo nessas retonas.
Uma pena que a moto estava com muito peso.




Tem que gostar muito de andar de moto rsrsrsrs
390 km rodados desde que saímos de Ourinhos e ainda faltavam 305 km até Foz do Iguaçu.





Muito show o visual desses raios de sol passando pela nuvem.


Após passarmos por Londrina e até chegarmos ao Hotel em Foz do Iguaçu não teve mais como tirar fotos, pois o frio era demais e segundo o Felipe os dedos dele estava quase congelando.
Eu só sentia as pernas dele batendo nas minhas de tanto que ele tremia de frio.
Levamos 13 horas de Ourinhos até Foz do Iguaçu, com 695,7 Km rodados.

No dia seguinte uma fotinha do Hotel, que por sinal me surpreendeu pelo baixo preço e alto nível, além do que, fica localziado pertinho do Terminal Urbano de ônibus, então deixamos a moto no Hotel e ficamos só rodando por Foz do Iguaçu de ônibus.



Esse mapa do Hotel facilitava muito para rodarmos sem conhecer nada por lá.


No dia 05/09 fomos conhecer as Cataratas do Iguaçu e aquilo lá é fantástico.



Ingresso no Parque Nacional do Iguaçu custando R$ 22,00 por pessoa e a fila monstruosa.




Da entrada do Parque até as Cataratas esses ônibus levam os visitantes e a passagem está incluída no ingresso.
São muitos ônibus e cada um representa um animal.
























Puxando no zoom dava pra ver a galera lá do lado argentino.

















Pra quem não sabe esse animal é um Quati.



Foto com uma figura ilustre.




O passeio de helicóptero pelas Cataratas saí no mais barato R$ 180,00 por pessoa, com apenas 10 minutos de vôo.



Aqui achei que o ingresso é meio caro por R$ 18,00 , mas depois de estar lá dentro posso dizer que valeu a pena por conhecer essa maravilha que é o Parque das Aves.















































Esse tucano arrancou o botãozinho que fica em cima do boné.



































Maior trabalho pra fazer essa montagem na hora de tirar a foto e logo depois descobrimos que podiamos tirar foto com as araras no braço ou no ombro.







No dia 06/09 deixamos a moto na Concessionária da Yamaha Pico Motos lá em Foz do Iguaçu para trocar o óleo e dar uma lavagem, pois estava muito suja de barro vermelho das plantações.
Muito legal a recepção do pessoal lá da Pico Motos e todos super atenciosos.





A danada depois da lavagem.


No dia 06/09 ainda fomos até o Paraguay comprar uma muambinhas.
Olha aí o Buzão que atravessa a Ponte da Amizade.





Esses rombos nas grades seriam para jogar as muambas lá embaixo????




Nesse Shoping do Paraguay tem uma loja de nome Casas Americanas e que possui produtos variados, desde material de pesca até perfumes e bebidas diversas, tudo original (pelo menos parece) e muito bem organizada a estrutura da loja.


No 3º andar do Shopping Americana tem um restaurante estilo bandejão, com comida que mais parece um PF e muito caro pela baixa qualidade e variedade.


As séries mais falsificadas não são aceitas.
Isso eu não entendi... Não é lá que vendem tudo falsificado???



Que zona heim???? Favela vertical?????



Uma alternativa ao capacete.


Dá-lhe muambeiros !!!!!


Por pouquinho esse daí não foi travado pelos funcionários da Receita Federal.



Essa tal de Leopard 200cc paraguaia é bem bonita.


Hotelzinho muito lindo esse.



As acomodações do quarto em que ficamos hospedados no Hotel Kacique Salvatti.



Voltando pra casa achamos um rodízio de carnes por R$ 12,00 na cidade de Camborão/PR.



Na volta saímos de Foz do Iguaçu dia 07/09 às 06:30 hs e chegamos no Hotel em Ourinhos às 18:45 hs.
No dia 08/09 saímos do Hotel em Ourinhos/SP às 06:30 hs e quando foi 09:00 hs o tubo de deliberação de óleo da moto estourou na cidade de Avaré/SP.
Aqui começaram nossos problemas e tivemos que ir de reboque por 160 Km até a cidade de Itapeva, onde a concessionária da Yamaha não tinha a peça para ser trocada, tendo sido necessário pedir a peça por sedex à concessionária de Sorocaba, coisa de uns 200 km distante e demorou 2 dias para chegar, tempo em que tivemos que ficar hospedado na cidade.

As fotos de quando o tubo de deliberação do óleo estourou.
Quase imperceptível o local em que o tubo rachou e só não espirrou mais óleo porque o spoiler protegeu.





O negócio era encarar as adversidades da viagem na esportiva.


A moto na beira da Rodovia João Melão esperando o reboque.


Estavamos parados em frente a um Pesque e Pague, mas não estava funcionando.


Será que já era o reboque dando ré pra levar a moto????


Agora sim!!! E lá vamos nós de reboque por 160 Km até Itapeva.



08, 09 e 10/09 - Presos em Itapeva/SP esperando o tubo de deliberação chegar via sedex da concessionária Yamaha de Sorocaba/SP.

O pessoal da CC de Itapeva já estavam até acostumado conosco de tanto que frequentamos a CC durante os dias em ficamos pela cidade.
O Cristiano e o Dagoberto deram maior força pra nós. Galera gente boa mesmo.



O Hotel Palace no qual ficamos hospedados em Itapeva.




No primeiro dia no Hotel Palace ficamos no quarto 112, mas achamos muito caidinho, então no segundo dia trocamos de quarto.





Aqui já haviamos passado para o quarto 203 e melhorou a acomodação.



A cidade de Itapeva.



Atração turística ????


Achamos uma inauguração da Loja do Baú da Felicidade lá em Itapeva e ficamos esperando o Liminha e o Luiz Ricardo chegarem, mas demoraram muito e desistimos.


Já fazia anos que eu não via guaraná em garrafa de vidro.

No dia 10/09 às 14:40 hs, após trocarem o tubo de deliberação, saímos de Itapeva rumo ao RJ, mas em Sorocaba a bomba de gasolina queimou e fomos obrigados a dormir em um motel da Rodovia Raposo Tavares.



Pela primeira vez o Felipe dormiu em uma cama redonda, mas ele não gostou muito porque não tinha espelho no teto.


11/09 - 08:30 hs - CC de Sorocaba rebocou a moto.
Tive que ir escondido na caçamba junto com a moto para polícia ou GM não multar.





A danada da bomba de gasolina zerada por R$ 840,00.
Fazer o que...




Uma visita à Paroquia de Santo Antônio lá em Sorocaba pra pedir que não acontecesse mais nada com a moto até chegarmos ao RJ.


Durante a semana a galera FOL-RJ havia combinado de comparecer ao encontro de Itaipu/Niterói no dia 11/09 e a hora marcada era 19:00 hs, então já que estavamos de passagem por Niterói fizemos um desvio de percurso e esticamos até lá, chegando com apenas 30 minutos de atraso em relação ao horário marcado pela galera.






No dia seguinte ao que chegamos em casa fui dar uma conferida na moto e dava pena de tão suja.


A mochila que eu precisei comprar para trazer as muambas do Paraguay veio no meu peito e graças ao protetor não arranhou o tanque, mas o protetor já era.



Total percorrido na viagem de ida e volta



Abaixo estão alguns videos que fiz lá nas Cataratas do Iguaçu